Nossa Operação

Confiança operacional, certeza de desenvolvimento.

Gestão própria em operação e manutenção.
 

Somos a primeira transportadora nacional a possuir gestão própria em operação e manutenção de dutos, o que nos torna referência nacional para as atividades de proteção catódica, operação de compressores, metrologia e manutenção de dutos e faixa de servidão.

Transportamos até 30 milhões de metros cúbicos por dia de gás natural brasileiro e boliviano pelos 2.593 km de nosso gasoduto, que atravessa os estados de Mato Grosso do Sul, São Paulo, Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul.

A supervisão e controle do nosso Gasoduto são realizados de forma remota, via satélite, ininterruptamente, por meio do Sistema Scada. Em 2020, por conta do Coronavírus, de forma inédita no mundo, nossos controladores passaram a operar e supervisionar o gasoduto totalmente em home office. Nossa operação, como um todo, também conta com atividades de campo e em nossas instalações.


O Gasoduto da TBG

Composto por tubos de aço soldados, nosso Gasoduto está enterrado no solo a uma profundidade média de um metro, dentro de uma faixa de terreno com 20 metros de largura, devidamente sinalizada e demarcada, denominada faixa de servidão.

O Gasoduto transporta grandes volumes de gás natural, operando em alta pressão. Ao se aproximar das cidades, essa pressão é reduzida para que o gás seja entregue às Companhias Distribuidoras Locais (CDL) e consumidores livres através dos nossos Pontos de Entrega. Esse formato constitui um sistema integrado de transporte de gás.


Traçado do Gasoduto
 

Informações Técnicas do Gasoduto
 

Sobre o Gás Natural