Com um percurso de 2.593 quilômetros no Brasil, o Gasoduto tem início em Corumbá (MS), na fronteira com a Bolívia, atravessa 136 municípios distribuídos em cinco estados (Mato Grosso do Sul, São Paulo, Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul) e termina em Canoas (RS).

Atualmente o portfólio da TBG dispõe de 15 Estações de Compressão (ECOMP), que mantêm a pressão do gás natural nas condições ideais para o transporte, 46 Pontos de Entrega (PE), que fazem a redução da pressão e a medição de gás natural para entrega às diversas companhias distribuidoras locais (CDL), 4 Estações de Medição (EMED), sendo que uma faz a medição das quantidades de gás natural recebidas da Bolívia e as outras três fazem a medição do gás natural para transferência aos gasodutos da Transportadora de Gás Associada S/A (TAG) - GASPAL, GASCAR E GASPAJ, 2 Estações de Medição Operacional (EMOP), que são responsáveis pela medição de variáveis operacionais e lançamento ou recebimento de pigs e, por fim, 2 Estações de Redução de Pressão (ERP). O Gasoduto é operado remotamente pela Central de Supervisão e Controle (CSC), localizada no estado do Rio de Janeiro, e sua manutenção é centralizada e realizada pela própria TBG, que dispõe de equipe técnica especializada e capacitada.

A TBG surgiu de um projeto arrojado e inovador no Brasil, fruto de um acordo bilateral entre os governos do Brasil e da Bolívia, que foi viabilizado por uma estrutura de financiamento composta por Agências Multilaterais (BID, BEI, CAF) e Agência de Crédito à Exportação (ECA), além do investimento e participação societária de empresas nacionais e internacionais do ramo de petróleo e gás natural.

Em 2014, transportou 29,98 milhões de m³/d, recorde anual de entregas (média diária), o que representou 29% da média anual de oferta de gás natural no Brasil, de acordo com o Balanço de Gás Natural no Brasil do Boletim Mensal de Acompanhamento da Indústria de Gás Natural nº 94 - jan./15 do Ministério de Minas e Energia (MME). Em todos estes anos de operação, atendendo o mercado com nível elevado de excelência operacional, a TBG desempenha importante papel no seu segmento de atuação e é referência na gestão e tecnologia de dutos.